Idioma

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Steve, o que Cristo quer...

Boa noite!

Bem-aventurado aquele servo que o seu senhor, quando vier, achar servindo assim. (Mateus 24:46)

Quando lembro deste nome, Steve, as vezes me recordo destas passagens de Deus abaixo, porque, elas me remetem a ação de estar realizando o que Cristo pede aos seus apóstolos, seguidores e filhos.

Me lembro que quando adolescente, eu pensava que queria trocar o meu nome por este, Steve, pois o achava bonito e o meu eu confesso que não gostava. Mas hoje estou curado disso (na verdade já ha um bom tempo). Mas ser "Steve" continua ecoando dentro de mim.

Não sou ainda um "exemplo exemplar" de ser "Steve", mas quero ainda ser, o quanto antes, pelo menos em minha mente e coração. Falamos muito mas a verdade é que agimos muito pouco, mas temos em "nossas mãos" a decisão de mudarmos o nosso viver. E acredito que com Deus temos o caminho de mudarmos da forma mais correta possível.

Agora, o que é ser "Steve"?

Mateus 25:35-36
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.

Ouvindo estas coisas, os apóstolos lhe questionaram de quando lhe seria realizadas estas coisas para Deus? Assim, Jesus respondeu:

Mateus 25:40
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

E após Ele fala que apartará de Sua presença esterna, aqueles que não forem "Steves".

Deus continua "tendo" fome. Continua "tendo" sede. Continua aguardando os "Steves" destes últimos dias.

E Cristo não esteve entre nós apenas por um acaso, detalhe, mas esteve para nos mostrar o que Deus quer de cada ser humano.

Steve... e espero estar com Deus.

Abraços!
NunoAbruzzi

sábado, 24 de dezembro de 2016

Natal

Bom dia!

"E se abrires a tua alma ao faminto, e fartares a alma aflita; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia."  (Isaías 58 : 10)

Jesus nasceu para fazer isso com cada indivíduo na face desta terra.

Bom natal a todos. Cristo Vive!

Abraços!
NunoAbruzzi

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Omissão gera pecado...

Boa noite!

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado."  (Tiago 4 : 17)

Amados, ainda sobre pecado, o que podemos meditar a respeito desta passagem acima? Deus é ou não é alguém interessado em uma caminhada de fé?

Sem sombra de dúvidas, a vida cristã é a maior aventura e o maior desafio que podemos encontrar e viver, nada se compara, nada se iguala, ninguém consegue equiparar com qualquer quantia de valor ou encontrar brechas de confusão.

Mas é como havia descrito antes, quem não acredita que "peca", não acredita em Deus. O problema não está em saber disso, mas como lidar com isso, saber melhorar diante disso, sendo que, se temos pelo menos isso em nossa menta, já há um indício de que cremos em Deus.

A verdade é que milhares de pessoas crêem, cristãos professos ou não, mas o crer não basta, "infelizmente", é necessário uma atitude, uma resposta.

Lembre-se do que Jesus dizia para as pessoas? O que as movia a crer? Qual o motivo delas O buscarem?

Nada mudou, continuamos no mesmo contexto espiritual.

Abraços.
NunoAbruzzi

domingo, 18 de dezembro de 2016

Me caiu a ficha... ainda tá caindo...

Boa noite!

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;"  (Romanos 3 : 23)

Sabe que nesta semana, meditava sobre a palavra PECADO e eu queria saber ou entender melhor o que seria isso. Perguntei pra Deus, pensei, meditei e de repente me deu uma "luz", de entender que pecado, propriamente dito, diz respeito a Deus. Porquê? Porque nem todos creem que ele realmente é algo sério ou relevante, assim não o reconhecem como algo a ser considerado, por isso que é algo que Deus quer que saibamos e que possamos "refletir" sobre ele.

Um exemplo: um homem e uma mulher terem relações sexuais antes de contrair o matrimônio é considerado pecado diante dos preceitos de Deus. Ok? Mas muitos hoje não vêem desta forma e acabam por realizar isso de forma normal. Citei esta situação como exemplo.

Diante do Criador é um ato errôneo, ok?!, mas para muitos, por não crerem desta forma fazem-no de forma natural. As pessoas estão pecando diante de Deus, mesmo não crendo, mas conforme Deus elas estão erradas, mas no conceito de quem faz sem crer, elas não estão cometendo algo errado. Elas não acreditam que pecam. Porque? Porque as bases de entendimento são outras. Elas se baseiam em alguma outra lei, tese, compreensão, cultura, mas não na de Deus.

Então, pecar está "automaticamente atrelado" a vida Cristã. Todos pecam, cristãos ou não cristãos diante de Deus, mas ha muitos que por não crerem não acreditam que pecam. Podemos dizer as pessoas que elas podem estar realizando algo ilícito diante do Criador, mas no entendimento delas elas podem estar fazendo algo que entendem estar certo ou pelo menos algo "natural". Seria correto então dizer a uma pessoa que ela peca, mesmo se ela não crê em Deus? Pecado é pecado, não deixa de ser diferente, mas como ele é diante de cada um ou como evidencia-lo diante de nós mesmos?

Você acredita em pecado? Ou você entende que erra e acerta, só isso?

Então, posso resumir que o pecado é pertinente a quem crê ou não? Você entende que pecado existe ou é apenas uma forma de amedrontar "rebanhos" ou "ovelha"?

E pare e pense um pouco, mesmo quem não acredita em Deus, quem lhe disse que existem coisas certas e erradas? Quem iniciou este conceito de erro e acerto? De onde partiu? Veio de quem?

Como somos feito a imagem e semelhança de Deus ("E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra."Gênesis 1 : 26), existe algo dentro de nós que no seu "DNA" já contém informações que nos remetem para questões como estas. O pecado original remete a cada ser humano que nasce a cada segundo neste mundo, a um pecado que sobrevêm sobre qualquer um, independente de acreditarmos em Deus ou não, e quando começamos a prestar atenção para uma voz que nos diz que estamos pecando diante do Criador (esta voz que fala exclusivamente sobre PECADO é a do Espírito Santo), começamos a prestar atenção para situações que até então não prestávamos.

Então quem peca? Infelizmente eu sei que eu cometo pecados, mas em Cristo tenho buscado me redimir de cada um e tentar melhorar diante do Pai.

"Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós."  (I João 1 : 8)

"Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado."  (I João 1 : 7)

Pecado é algo para quem crê... certo???

Abraços
NunoAbruzzi.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A curiosidade que "mata"

Boa noite!
"Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;"  (Deuteronômio 18 : 10)

Queridos, para muitos este é o mês do futuro! É em Dezembro que muitos "encontram" o caminho do futuro, o que acontecerá amanhã, o depois, o oculto. Mês de provisões, cartas, búzios, prognósticos, adivinhações, etc.

Antemão, digo que não quero ofender as pessoas em sí, mas o texto quer trazer a nossa meditação as práticas exercidas por alguns e procuradas por alguns.

O homem, desde o Édem é curioso e por esta curiosidade, acaba se metendo em áreas que não lhe gerarão vida e paz. Adão e Eva são provas disso, lembram? Nos últimos dias vimos o ocorrido com o desastre de Chapecó, o que fez com que muitos e a própria mídia se aproveitasse de adivinhos e aproveitadores. Não somente neste tema, mas tem sempre as "provisões" do esporte, do amor, do dinheiro, etc.

Seria isso tudo algo agradável diante de Deus?

É claro que todos pensamos e meditamos no amanhã, individualmente, pois ele é um grande desafio, mas veja, Jesus não nos disse que devemos viver cada dia o seu dia, pois ele (dia) já tem o seu mal? ("Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." Mateus 6 : 34).

Deus, o criador, tem em suas atribuições ao homem o poder de lhe dar visões e profecias, isto é verdade, mas é algo totalmente diferente do que nestes tempos finais de ciclos (finais de ano) vemos em muitos lugares. E estas visões e profecias devem ser oriundas do Espírito Santo, as quais também devem ser analisadas e pesadas diante da própria Palavra de Deus, não porque Deus quer nos enganar, mas porque o homem (ser humano) pode querer dar uma de "malandro" e tentar enganar a muitos se intitulando profeta ou homem de Deus. E o nosso espírito irá receber do Espírito Santo a confirmação do que é de Deus ou não, tenha certeza disso.

Não podemos entrar nessa de querer interrogar o oculto para conhecer o futuro. Isso não é correto e não trará bons frutos, pessoais e junto a Deus.

2017 está aí, se Jesus não voltar antes, mas devemos manter a calma e viver o dia que o Senhor nos fez, como ele deve ser vivido. Isso já é o bastante.

Abraços!
NunoAbruzzi

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Isso faz parte do fim...

Boa noite!

"Mas fiel é o SENHOR, que vos confirmará, e guardará do maligno."  (II Tessalonicenses 3 : 3)

Qual é a sua esperança? Qual a sua motivação de viver? Qual a finalidade de estarmos sobrevivendo dia após dia? Que motivos nós temos de mantermos a esperança? Quem disse que o homem, sem Deus, pode salvar-se?

Eu poderia escrever mais 999 frases, ou até mais, como forma de pensamento sobre a triste realidade "humana" em nosso país. Nossos "líderes" nacionais, federais, estaduais e municipais, a cada dia mais menos "gente", menos "povo", menos "pobre", menos "homem", muito menos Filhos de Deus, talvez nunca foram ou se foram, estão perdidos nos deleites desta vida.

Deus nos revela que o apego as riquezas é o princípio de todos os males, e isso infelizmente, tem-se aumentado a cada dia em nossa aldeia. Já não há mais vergonha, respeito, humildade, franqueza, enfim, não há mais um pingo de consideração com a raça chamada de humana.

Vamos votar gente! Vamos eleger! Vamos colocá-los no poder! Vamos cobrar (que piada)! Vamos exercer nossa cidadania (outra piada)! Vamos levantar a bandeira (que idiotice)! Vamos festejar a democracia (que mentira)! Vamos governar juntos (nunca governamos)! Vamos mudar (é tudo igual)! Vamos eleger uma nova ideia (tá tudo comprado)! Vamos pras ruas (e colocar em risco a nossa vida, né)! Vamos tirá-los do poder (para que eles coloquem novos mandatários)! Vamos as urnas (sob qual ameaça?)! Juntos somos mais (nunca estivemos juntos)! Ordem e Progresso (uma simples "frase")!

Infelizmente, a política foi criada para poucos, não para o povo. Nunca foi e nunca será em favor de uma nação, ou melhor, para uma pequena nação particular!

Pobre povo.

Mas é como está escrito acima: Cristo Jesus nos guardará desta escória, do maligno, do mal.
Maranata, vem Senhor Jesus!

Abraços!
NunoAbruzzi

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Alegria, uma questão de Deus

Boa noite

"Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo."  (Romanos 14 : 17)

A pouco, olhando uma animação infantil com minha pequena, me deparei com a frase de que o Reino de Deus é paz, justiça e alegria. A música era muito alegre e todo o contexto me tocou.

Se Deus nos diz que Seu Reino é composto por estas situações, então realmente isto é de fato. Até porque, são três atribuições muito importantes da própria pessoa Dele para com seus filhos, nós é que em muitas situações e ocasiões, nos esquecemos de que ao entrarmos na dimensão do Reino dos Céus, andaremos (ou temos a condição de andar) com a paz verdadeira, a justa justiça e a alegria real.

E esse ponto específico, o da alegria que me tocou. Detalhe que Deus nos orienta de que ela é no Espírito Santo, não é uma outra qualquer, mas que alegria seria essa então? Seria apenas sorrir, lembrar de algo engraçado/cômico, estarmos alegres por conquistas e momentos, alegres em que ou de que forma?

Na caminhada cristã, ao passar do tempo, vamos vivendo inúmeras situações, as quais são edificantes, outras vezes até "arrepiantes", comoventes, delicadas, verdadeiras, justas, pacíficas, algumas tristes e até alegres mesmo. E o que normalmente muda no caminho é o nosso olhar e o ouvir, e por incrível que pareça, por vezes até podemos estar "tristes" mas nosso coração está cheio de gozo em Deus. Não sei ao certo como explicar isso, mas isso ocorre na vida cristã. Então, posso buscar nesse pensamento/entendimento a ideia dessa alegria no Espírito Santo que Deus revela. Algo mais profundo. Mas é claro que há a alegria propriamente dita, com todas as letras contidas nesta palavra, nos alegramos sim em Deus, pois só o fato de podermos sentir a Sua Presença em nosso ser e de podermos estar dentro do Seu plano de vida, já são grandes motivos de nos alegrarmos. Mas que bom que a alegria Dele contempla tudo, bons e maus dias, quando nos arrependemos, quando olhamos para o outro, quando O buscamos, quando nos comprometemos com o Seu Reino e quando queremos ser mais parecidos com o Seu Filho.

Que não esqueçamos que há sim uma alegria provida pelo Criador, que nos alegra em meio a tudo, em qualquer momento ou situação, em qualquer lugar, e isto tudo dentro de um único lugar, o meu e o teu coração. E detalhe, este tesouro ninguém pode tirar de nosso ser, a não ser nós mesmos.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

"Calemos" a boca

Boa noite
Quem de vocês quer amar a vida e deseja ver dias felizes? Guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade. Salmos 34:12-13

Aquilo que plantamos, isso será o que iremos colher. A nossa boca é uma fonte de semeadura, e com certeza, aquilo que lançarmos como semente, é o que iremos colher.

Mesmo que o nosso coração esteja "cheio de Deus", mas se nosso falar for um "vazio de Deus", iremos colher um grande e imenso nada.

Dominar a língua é tarefa árdua. Mas temos como fazer isso, não temos desculpa. Nossa mente e nosso coração precisam se retratar e se apurar em Deus, para que possamos entender as armas do céu para frearmos a nossa língua. Não devemos nos preocupar com a "língua dos outros", pois estes prestarão conta de cada vírgula mencionada, mas precisamos focar na nossa, na minha, na sua (sempre na 1ª pessoa, ok?).

Muitas situações hoje vividas, são por causa de nossa língua, a qual deveria ser bênção e virou maldição, assim como o contrário, vivemos bênção ao invés de maldição.

Veja o que Deus escreve em Tiago:

Com a língua bendizemos o Senhor e Pai e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim! Acaso podem sair água doce e água amarga da mesma fonte? Meus irmãos, pode uma figueira produzir azeitonas ou uma videira figos? Da mesma forma, uma fonte de água salgada não pode produzir água doce. Tiago 3:9-12

Quando colocamos freios na boca dos cavalos para que eles nos obedeçam, podemos controlar o animal todo. Tomem também como exemplo os navios; embora sejam tão grandes e impelidos por fortes ventos, são dirigidos por um leme muito pequeno, conforme a vontade do piloto. Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha. Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniquidade. Colocada entre os membros do nosso corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno. Tiago 3:3-6


É tão importante frear a língua quanto comer, beber, trabalhar, vestir-se, estender a mão, orar, jejuar, cantar, etc. Cristo nos quer de volta e parte do processo passa por nossa boca. Parece brincadeira, mas não é.

Abraços!
NunoAbruzzi

sábado, 26 de novembro de 2016

Compreender

Boa noite

Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo. 1Coríntios 12:3

Ninguém crê ou crerá em Cristo, por sí próprio. Ou Deus converte o coração do homem e o leva para junto de Cristo ou então o mesmo homem não irá crer no filho de Deus e no seu Reino.

Paulo, por intermédio do Espírito Santo, nos revela que tudo o que compete a Deus, provém Dele, então, se alguém se volta para Deus e crê na obra e na vida de Jesus, seu filho, é porque o próprio Deus assim o faz. Inclusive, a Bíblia foi escrita por Deus, e a Ele se deve o direito da veracidade de cada palavra, frase e vírgula contida na Escritura Sagrada. Paulo e os demais, foram instrumentos, mas Deus foi quem produziu cada letra.

Por isso a importância de entendermos a posição de Deus, na vida cristã. Deus é único e a Ele cabe todo o poder, conhecimento e direito. E claro, todo o culto, adoração e louvor.

Há muitos outros "deuses" que também existem, mas há um Único que se reporta ao nome Deus. Eu creio que este, conforme as Escrituras, é o Deus criador, o qual é antes de tudo e acima de tudo.

E se Deus, por intermédio do Seu Espírito Santo, declara ser Jesus o Senhor, então temos respaldo de que Cristo é o próprio Criador.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Para Nina...Parabéns

Boa noite

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união! Salmos 133:1

A vinte e oito anos, eu tenho sido agraciado com a convivência e o amor de minha irmã. A Deus o meu amor por ter nos dado um pessoa tão bela. Tenho aprendido muito com ela a busca de ser uma pessoa melhor.

Parabéns Nina... saúde, realizações e que o Pai Celestial esteja sempre convosco, por Cristo nosso Senhor e Salvador.

Te amo!

Abraços
NunoAbruzzi

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Ana, uma grande benção...

















Boa noite

Os filhos do seu ventre serão abençoados, como também as colheitas da sua terra e os bezerros e os cordeiros dos seus rebanhos. Deuteronômio 28:4

Hoje é um dia de muita alegria.
Acredito neste versículo, "espiritualmente falando".
A Deus honra e glória.

Agradecemos pela vida de nossa Ana e tudo que ela envolve. As pessoas, as bênçãos, as graças.
Somos agraciados pelo que Deus tem realizado.

A paz e a graça a todos.
Abraços
NunoAbruzzi

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Pense nisso...

Boa noite

"Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai."  (Filipenses 4 : 8)

Como dirigir o nosso pensamento? Pois, acaso tens dúvidas de que temos como conduzi-lo? Ele pode ser levado, dirigido ou conduzido a uma forma de ser.

As vezes ficamos "meio chateados" com Deus porque parece que Ele quer sempre nos remeter a uma vida tão dura e difícil por vezes diante dos seus ensinos, assim me parece em alguns casos, pessoas e em mim próprio quando não estou "afinado" com Ele.

Mas sem sombra de Dúvidas, Ele detém todo o conhecimento e por isso, nos pede que o conheçamos e que o provamos, como um Deus único, rico em sabedoria e cheio de graça e poder.

Pensar é uma tarefa das mais corriqueiras na vida humana (ou deveria ser), mas necessitamos prestar atenção no que pensamos, meditamos, analisamos, etc.

E Deus, mesmo com toda a razão que tem para todo o tipo de situação que possamos pensar, poderia nos "livrar" de todo o tipo de pensamento errôneo, mas não é assim, Ele tem sua base, seu ensino, sua conduta, seu caráter, e nos orienta de que forma devemos usar este processo pensante, se assim posso chamar, que temos o direito de realizarmos com a nossa mente e por vezes com o "nosso coração".

Não iremos falhar com o que Deus pede.
Não iremos morrer com o que Ele ensina.
Talvez sejamos confundidos com algo ou situação inconveniente por vezes, mas Deus não nos confunde, na verdade Ele nos esclarece.

Abraços!
NunoAbruzzi

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

É Deus que nos provoca... a sermos melhores

Boa noite

O homem irritável provoca dissenção, mas quem é paciente acalma a discussão. Provérbios 15:18

Quem aqui não é tentado, levante a mão? Esta situação é quase que unânime, ou seja, todos os dias e porque não dizer todos os segundos, somos afligidos em nosso ser (espírito, alma e corpo) a realizarmos coisas ruins, a pecar, a transgredir algo, etc. Pode ser que muitos não sejam em "todos os segundos" como citado, mas com certeza, todos os dias de nossas vidas.

Mas o detalhe não está nesta questão, mas sim em como sair desta "ratoeira"?

Alguns não acreditam nisso, outros acham que é parte do processo e alguns dizem que é inevitável errar, pois errando é "que se aprende". Será mesmo?

Certa vez, ouvi na Rádio um querido irmão trazer uma compreensão muito legal: Que Cristo enviou o Espírito Santo, que é o Espírito da Verdade para nos conduzir a uma vida mais correta, e que neste sentido, não temos como nos desculpar com essa frase de que é errando que se aprende, pois se crermos ser O Espírito da Verdade, e O mesmo ser a nossa "bússola", estaremos sempre indo para o caminho correto ou mais perto do correto.

Quem não se irrita? E Quem não sofre aflição?
Mas quem procura ser paciente?
Qual lado estamos?

Não sou o protótipo de filho impecável e não vejo isso em ninguém a minha volta (com todo o respeito), mas o fato não é olhar o problema do outro mas está em o que temos provocado diante de Deus, em nosso próprio ser e em nosso meio? E provocar aqui, no que diz respeito a favor ou contra o céu. É bem verdade que Deus não nos obriga a querê-lo, mas como iremos entendê-lo e prová-lo se ao mesmo tempo que o buscamos o colocamos a prova com nossas transgressões/discussões?

Se crermos em Cristo já possuímos Nele o direito de sermos feitos filhos de Deus, mas isso não tira sobre a nossa caminhada com Jesus o fato de que necessitamos produzir frutos dignos, lembra? Veja o "trabalhão" que Cristo teve com a Igreja Primitiva, nos mostrando que o fato de seguí-lo envolve inúmeras situações, as quais são diretamente ligadas ao ser individuo, ou seja, o Reino de Deus está disponível ao que Deus criou como sua imagem e semelhança e para que o homem seja salvo, de sí mesmo e do pecado que o aflige.

Tenho sido tentado a ser irritado muitas vezes, e por vezes, as pessoas nem sabem que me irritam, mas em Deus eu sei que há um tempo para todas as coisas, e que se eu provocar ira, terei ira, se provoco fogo terei fogo, se provoco culpa terei culpa, se contenda terei contenda, mas se provoco calma posso obter calma, se provoco paz posso ter paz, se provoco perdão posso ter perdão, tanto para minha própria vida como para o meio onde estou/vivo/convivo/trabalho/moro/etc.

Perceba que é muito mais rápida a resposta ofensiva do que a que quer trazer acerto. Porque? Pois quando se diz respeito "as coisas" de Deus, o processo é mais devagar/lento/gradativo, porque é mais alto fazer a vontade de Deus do que a vontade carnal. As vezes as pessoas não irão nos ouvir, prestar atenção, mas como saberão que o Espírito Santo é Verdade se não realizarmos o que Ele pede? E como provaremos Dele mesmo se também assim não fizermos conosco/pessoalmente?

Ninguém é melhor do que ninguém, mas não temos como nos esconder em nossos pecados. E pecado não é local para nos escondermos. Jesus veio nos trazer a Luz de sua Obra, portanto, precisamos provocar em nós a "irritação" de mudança, de conversão, de santidade, de misericórdia, de perdão e amor.

Efésios 6:12
"pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais."

A luta continua companheiros... interna e externa. Mas que seja a favor de Deus e não contra.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Graças a Deus pela vida de seus filhos...

Boa noite

"O galardão da humildade e o temor do SENHOR são riquezas, honra e vida."  (Provérbios 22 : 4)

Olá pessoal, gostaria de pedir, a todos que estão lendo esta postagem, que quando puderem ou lembrarem em suas orações e devocionais com Deus, que coloquem diante de Deus, estas três pessoas, as quais são servos de Deus com suas vidas.

Quando o assunto envolve falar de alguém, em Deus, em certas situações é muito difícil e complicado porque o homem está cada dia mais, com sua vaidade, denegrindo se assim eu posso dizer, a pessoa de Cristo.

Mas eu acredito que estes dois homens e esta mulher, são colunas do Corpo de Cristo, na terra e com suas vidas procuram servir e agradar ao Senhor. Tive a graça de conhecê-los e estreitar amizade, e peço a você(s) que quando puderem, orem por eles.

A mulher chama-se Carmem Machado, uma missionária que reside em Santana do Livramento e em Cristo tem realizado uma bela obra nas mãos de Deus. Os dois homens residem no Haiti hoje, os conheci quando estiveram em POA para realizarem seus estudos acadêmicos, os quais chamam-se Fevry Israel e Louis Marcony. Hoje trabalham no Haiti como missionários e voluntários da obra de Cristo e tenho neles também, homens de valor diante do Pai.

Senti de pedir isso aqui no Identidade, pois sei como é importante para o Corpo de Cristo que o mesmo procure sempre interceder uns pelos outros, pois muitas vezes não somos missionários(as), pastores, diáconos, mas independente disto, estamos todos dentro do mesmo contexto espiritual, o qual devemos, uns com os outros quando possível, ombrear a causa de Deus nesta terra.

Aprendi e ainda tenho aprendido muitos com estas pessoas, não apenas quando os vejo (quando possível) mas pelos rumores que Deus faz por intermédio da vida deles. E creio que eles não procuram glória pessoal ou algo parecido, mas querem sim servir e agradar ao nosso Deus.

Amados, que possamos estar unidos, juntos num mesmo Espírito, pois Cristo nos deixou o Espírito Santo para que, pudéssemos estar juntos Nele, no Seu Espírito, na Sua Verdade e Vida, buscando sempre (que possível) servir e agradar, não somente a Deus, mas uns aos outros, pois Cristo nos deixou isso como legado, pois a vida com Deus nada mais é do que servir, e não ser servido. Quando vocês conhecerem estes 3 irmãos em Cristo, irão testificar do que falo.

Oremos... para a Glória de Deus e para auxílio aos filhos de Deus.

Abraços
NunoAbruzzi

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Não deixe para amanhã

Boa noite

"Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece."  (Tiago 4 : 14)

Esta foi uma semana bem peculiar. Houveram surpresas junto a colegas de trabalho, as quais dizem respeito a perdas familiares. Duas colegas perderam em seu convívio pessoas muito próximas, o que fez com que sentissem a perda deste convívio para com elas. Temos conhecimento de que não iremos ficar imunes a morte natural assim como ao que isso diz respeito a nossa família, amigos e demais pessoas, mas esta situação é sempre algo, na maioria das vezes, difícil de se vivenciar, principalmente nas primeiras horas e dias do ocorrido.

E são duas pessoas muito especiais, as quais tenho tido o privilégio de estar convivendo profissionalmente, e creio que no tempo certo estarão respirando novos ares destes momentos vividos. A gente em muitas situações não sabe ao certo o que dizer, mas um bom abraço já é importante. Assim como também o é a situação de percebermos que não estamos sós, mas que há pessoas que nos auxiliam, nos amam, nos acolhem, nos estendem as mãos e até ombreiam a causa junto conosco nestes momentos, as quais não são somente nossos amados de sangue, mas aqueles que, acredito, Deus acaba pondo em nossa vida peregrina. Esse momento também é de muita meditação e reflexão, até porque Deus sempre fala conosco nestas circunstâncias, horas e dias. 

E por certo também temos esta interrogação: o amanhã? E o entenda como daqui a alguns segundos.

O que dele nos cabe? O que dele temos controle? O que ele decide em nosso viver?

Nós não conseguimos viver o amanhã, pois fomos criados para vivermos uma vida, e vida é feita do agora, neste momento, hoje, ou seja, os milésimos de segundo que temos para tomarmos nossas decisões, comermos, bebermos, falarmos, abraçarmos, confessarmos, amarmos, etc. Um tempo verbal que não muda. É agora!

Salomão escreve que não temos como nos gloriarmos no amanhã, porque não sabemos o que este amanhã nos traz (Provérbios 27:1). Confesso que não consigo ser alguém totalmente "presente", sem meditar em futuro, mas necessitamos entender que o nosso hoje é o tempo que repercutirá em tudo e a ele nos devemos deter com mais afinco.

Jesus chega a nos orientar para vigiarmos nossa vida, pois não sabemos qual o nosso tempo chegará (Marcos 13:33), e isso não é para amedrontar-nos, pelo contrário, mas uma "dica" para que venhamos a prestar atenção em como estamos agora e qual a nossa responsabilidade quanto a isso. 

Quem não se questiona nestes pontos? Mas necessitamos mudar, fazer algo, para que tenhamos paz em nosso coração (na medida do possível e pela Misericórdia de Deus) para quando chegar a nossa vez. E esta é uma outra questão: e a nossa vez?

Vamos amar mais, vamos nos ver mais, vamos abraçar mais, vamos perdoar mais, vamos brincar mais, vamos curtir mais uns aos outros, vamos perder menos tempo, vamos nos deter no que é mais importante, vamos tentar esquecer os entretenimentos, e tudo isso a partir de agora, já, hoje.

Isso deve ser uma meta, não minha apenas, mas de muitos de nós, se possível todos.

Que o Espírito Santo conforte os corações de minhas colegas e de seus familiares pois ELE pode todas as coisas, e que nós, como um todo, possamos entender a "validade" de um milésimo de segundo.

Abraços
NunoAbruzzi

terça-feira, 18 de outubro de 2016

A minha vida como FRUTO DIGNO

Boa noite

"Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;"  (Mateus 3 : 8)

Por onde começar? Vamos lá!
Tenho conversado ultimamente com algumas pessoas nestes últimos dias/meses e tenho percebido que existe realmente uma grande dificuldade em cada um de nós de vermos pessoas mudarem sua conduta, sua vida num todo, com o que diz respeito ao seu passado, história e modo de viver. E isso não é "culpa" somente do nosso "olhar", percepção e julgamento, mas de um grande aliado a esse tipo de situação: a decepção.

Nos decepcionamos com muitos, e ela vem por intermédio da credibilidade arranhada, do medo como consequência disto, da ira muitas vezes, da perda do respeito e outros pontos mais. As pessoas não acreditam que alguém possa ter mudado, por conhecerem de onde vem, o que fizeram, quais os motivos e de que o porque mudariam de uma hora para outra?

A falta de credibilidade, no mundo hoje, é muito grande, um oceano de pessoas "descrentes" no seu próximo, pois este que é seu próximo, na verdade, tem atitudes de ser o seu "distante". Mas alguns mudam, isso não temos como negar, alguns mudam e também não temos como "provar", mas mudaram no seu interior, então há uma saída, mesmo que seja em poucos, há sim uma PORTA.

Certa vez ouvi que o fruto de uma árvore não é produzida para sí própria, mas para outro alimentar-se. Verdade, não?!? Nessa passagem em Mateus, Jesus alerta para um fruto digno, de arrependimento.

Cristo, em sua missão e mensagem, pregou abertamente sobre o arrependimento, pois Ele mesmo dizia : Arrependei-vos, pois vos é chegado o Reino de Deus. Então, temos como base que a vinda do Messias para cada um de nós, inicia neste quesito, arrependimento, pois após ele nós iremos dar uma resposta a Deus e sem ele não tem como.

Frutificar em nossa vida não é tarefa simples, mas é totalmente possível. Podemos produzir em nossa vida (como um todo) atos de Amor, Misericórdia, Carinho, Perdão, sendo que ao nos determos ao que o Senhor nos tem informado e alertado, a partir disto devemos responder com algo. Meditava antes de escrever que o fruto não é originado pela semente, mas pela árvore, pois a semente quando plantada é a origem, a qual dará vida a árvore/ser, e após, esta sim irá produzir ou não. Jesus, na Parábola do Semeador (Marcos 4:1), nos dá indícios sobre as terras onde a Palavra de Deus cai, as quais não produzem frutos e uma apenas produz. Mas o fruto não veio diretamente da semente, pois a semente é plantada, mas o fruto vem após todo um processo.

Assim somos nós, Deus quer plantar em nós a Semente do Evangelho, para que nossa vida dê uma resposta sobre ela, e por intermédio de nossa vida podermos frutificar algo. O fruto quem deve produzir somos nós, pois Deus por sua Semente, quer fazer com que ela cresça em nós de forma limpa e pura e com isso, nós ao percebermos como ela é, podermos dar a Ele, a nós mesmos e ao nosso meio o fruto conforme essa Semente.

Existe(m) fruto(s) corretos/dignos/exatos diante da Semente da Palavra de Deus, e por isso é que devemos prestar atenção em Cristo para que possamos frutificar conforme a vontade do Pai, pois caso contrário, ou a semente irá morrer conforme narra Jesus na Parábola citada ou então não iremos frutificar corretamente.

Eu acredito que eu posso mudar! Eu também acredito que muitas pessoas podem e estão mudando. Eu sei que muitos não estão "ligados" nisso, mas isso de uma forma ou outra irá ter fim, pois João Batista descreveu que o machado está posto a raiz e que toda a árvore que não produzir bom fruto será cortada fora e lançada no fogo (Mateus 3:10). 

Jesus veio mudar o nosso viver! Quem assim acreditar irá testificar isso em sua própria vida e história. Não precisamos fazer comercial disto, mas é quase que inevitável quando nos convertemos de nossos maus caminhos e começamos a caminhar com Cristo, de que o nosso meio irá sentir uma melhora, pois estamos dando uma resposta digna para nós mesmos, para o nosso próximo e para o nosso Deus.

Não se deixei enganar. O Espírito Santo ainda é o mesmo e está convertendo vidas.
Arrependei-vos...

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

"Sábia loucura"

Boa noite

"Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens."  (I Coríntios 1 : 25)

Interessante quando lemos As Escrituras, o quanto ela descreve e relata inúmeras situações sobre ela própria, a qual deixa os Filhos de Deus, por vezes esclarecidos, confiantes, temerosos, prevenidos, avisados, estarrecidos, felizes, compadecidos e com os "pés no chão".

Você diria a uma pessoa que por ela amar a Deus, de que ela estaria "louca da cabeça"? Ou de que ela é uma fraca e "pobre coitada"?

Eu já devo ter pensado isso algum dia, de alguém. Não me recordo, mas acredito que já devo ter dito isto. E Deus sabe do porque eu disse. Mas me arrependo.

Nesta carta aos Coríntios, podemos até achar que Paulo está chamando Deus de louco ou loucura. Mas existem "coisas" em Deus que são loucuras mesmo, tanto para seus filhos e principalmente para os que não creem. Ninguém entende perfeitamente Deus ou pode explicá-lo da mesma forma, pois se isto ocorre-se Ele deixaria de ser Ele próprio, Deus.

Interessante é observarmos isso, que os que amam a Deus, são respaldados por Ele próprio em tudo o que O envolve (no que diz respeito a sua essência e verdade), por isso que estes se sentem em paz com o Evangelho. Pois na verdade, toda a boa obra dos céus ocorre por intermédio do Pai, o ser humano é apenas alguém que fica a mercê de receber esta graça e poder desfrutar dela. E graças a Cristo, ela ainda está disponível.

Abraços
NunoAbruzzi

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Amaldiçoadores não, pelo contrário...

Boa noite

"O que amaldiçoa seu pai ou sua mãe, apagar-se-á a sua lâmpada em negras trevas."  (Provérbios 20 : 20)

"Atualmente", quem é professor sabe disso, quem é psicólogo ou psiquiatra também, assim como quem é psicopedagogo da mesma forma, ou quem é irmão, pai ou mãe, assim como tantas outras paternidades, profissões e funções, de que hoje (e porque não dizer de longa data) os filhos, sejam eles crianças, adolescentes e até mesmo adultos, quando não entendem a importância e o fundamento de sua filiação, acabam pagando caro, em suas próprias vidas, com isso.

Ainda que muitos pais sejam "trevas", isso não quer dizer que seus descendentes assim serão. É claro que o exemplo é muito importante, valioso e fundamental, mas precisamos pensar que eles são partes do processo, e cabe a cada um, indivíduo, dar uma resposta a sua própria existência e ao seu meio.

Mas Deus, dá muita importância a paternidade de um ser humano (paternidade quanto a pai e mãe, ok?), e no que diz respeito a isso, o Senhor ao mesmo tempo que a dá, cobra, tanta dos pais quanto dos filhos.

Hoje a muitas famílias "perdidas" pois os filhos não possuem bons exemplos, assim como há muitos pais que por mais esforços possíveis, possuem filhos com frutos maus.

Então onde há/está o equilíbrio numa família?

Boa parte disto está em "nossas mãos" para quando tivermos a "sensibilidade" ou "consciência" em nosso ser, que a partir deste momento, que devemos ou necessitaremos tomar decisão sobre A ou B, darmos respostas verbais e funcionais, ao que compete a esse existir em família, como próprio indivíduo e como parte de um meio. Mas para isto, necessitamos de parâmetros, os quais, na minha opinião, devem conter ao que Deus ensina, em sua essência e Palavra. Por isso que Ele, pediu que ensinássemos nossos filhos no caminho que eles devem andar, para que tenham parâmetros e possam pesá-los em sua vida e decisões. Pois tudo está ligado. E diga-se de passagem, necessitamos estar "ligados" ao CRIADOR.

Um bom exemplo é Cristo, pois entenda que Ele mesmo dizia que aquilo que Ele ouvia do Pai, Ele falava assim como aquilo que Ele via/entendia o Pai lhe pedir, Ele fazia.

O parâmetro é alto, eu sei bem, mas é o mais puro e limpo, o mais completo e acessível, tenho certeza. E o bom Dele, é que quanto mais fazemos e cultivamos do Seu exemplo, mais entendemos e colhemos a respeito, e isso repercute não só em nós mesmos mas no todo.

Não amaldiçoe o que Deus constituiu. Ore! E se te amaldiçoaram algum dia, não temas, pois se com a tua vontade pedires a Deus que lhe desfaça o mau, Ele assim o pode fazer e fará. Creio nisso.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Seu prazer é VIDA

Boa noite

Acaso, tenho eu prazer na morte do perverso? - diz o Senhor Deus; não desejo eu, antes, que ele se converta dos seus caminhos e viva? Ezequiel 18:23

Quando nós, em nossa vida, entendemos algumas coisas que agradam a Deus e começamos a praticar novos atos, conforme esse entendimento, isto gera algo de bom em Deus, correto?

Inúmeras pessoas, desde o início do Cristianismo, até os dias atuais, tem sentido, buscado e vivenciado situações das mais diferentes, as quais vão ao encontro do que Deus quer de cada um. Alguns roubavam e pararam de roubar, outros matavam e também pararam, muitos mentiam e deixaram de mentir, outros ainda traíam e deixaram de trair. Tem também aquele que amaldiçoava e deixou de amaldiçoar com a sua boca. E aqueles que pensavam em se matar e deixaram de pensar nisso. Tem os que nunca perdoavam e que hoje perdoam. Também tem os que cobiçavam e deixaram de cobiçar. Os prepotentes que deixaram de ser. E por aí vai.

E tudo isto e muito mais, quando ocorre em Cristo, ocorre realmente "da água para o vinho", ou seja, uma mudança "radical"/sobrenatural. A gente sabe que, em muitos casos, existem os "falastrões" que se dizem novas criaturas mas são lobos em peles de ovelha, mas temos que deixá-los com Deus, pois eles não tem noção com quem estão "brincando". E isto vale para cada um de nós também, pois é importante sermos humildes e meditarmos sempre, quando o assunto é Deus, pois somente Ele é que conhece o coração do homem, o que lá existe e brota, por isso, o julgamento, conforme a própria Palavra diz, é Dele.

Mas é bom saber que Deus não tem prazer na morte do perverso (ímpio) e que almeja que cada um de nós, O busque para que possamos viver uma vida Cristã, a qual não é tarefa fácil, mas é linda e gratificante.

Jesus disse: Tende bom ânimo, pois Eu venci o mundo. Então, temos chances "enormes" de termos o mesmo êxito. E essa vitória não é para denegrir ninguém, mas para ajudar, auxiliar, perdoar, retribuir, amar, arrepender-se e desfrutar em comunhão com muitos outros seres humanos, a presença do Cristo Vivo, por seu Espírito Santo, pois assim iremos realizar a boa obra que o Pai quer do seu Corpo, não somente para o Corpo mas para todo e qualquer ser vivente.

Alegremo-nos, pois Deus nos concede, todos os dias, a graça de buscarmos uma nova chance... até o fim de nossos dias.

Abraços
NunoAbruzzi

sábado, 1 de outubro de 2016

Ele é que deve governar

Boa noite

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;"  (I Pedro 2 : 9)

Amanhã, em nosso país, é um dia onde muitos homens e mulheres, terão o direito de serem eleitos, por mediante o voto ou escolha de muitos. Serão eleitos para o exercício de governo. E governar não é tarefa fácil.

Temos visto e vivido em nossos dias, muitos maus exemplos de governos, os quais não são a favor mas sobre as pessoas. Jesus, quando na presença de Pilatos, chegou a lhe responder que a autoridade que ele tinha havia sido dada por Deus, pois Pilatos o havia questionado de que ele próprio tinha poder de soltá-lo ou não.

Eu creio que Deus contempla a tudo, e nesse sentido, está guardando em sua mente e coração tudo isto, tudo o que ocorre debaixo dos céus, para que de tudo, um dia, requeira o que nos foi orientado a respeito da autoridade que temos ou recebemos.

Sabemos o interesse de muitos em querer chegar ao poder, as custas de muitos. Mas Deus mesmo disse que quanto mais nos é concebido, mais será cobrado, Ai de vós...

Por isso que a eleição divina não compete a nós, mas a Deus. Nós necessitamos entender este "voto" vindo dos céus a nosso respeito, e com ele saber realizar o governo de nossas vidas conforme a vontade do Pai.

Que amanhã, muitos possam reconhecer a Deus em suas vidas e que possam realizar governos em favor de muitos. E que nós, possamos enxergar o quanto Deus nos tem chamado a entender que Ele nos elege para que vivamos nossos dias com humildade e sabedoria. Pois Ele nos elege, mas não somos nós que governamos nessa eleição, mas o Pai que está nos céus. Ele é justo e perfeito.

Abraços
NunoAbruzzi

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Separação...

Bom dia

"Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada;"  (Mateus 10 : 34)
"Cuidais vós que vim trazer paz à terra? Não, vos digo, mas antes dissensão;"  (Lucas 12 : 51)

Você já deve ter ouvido esta frase: Mas nem Jesus agradou a todos.

Ontem, de uma pessoa, a ouvi novamente e ela (frase) mexeu com meu espírito. Meditando, entendi que esta frase é uma heresia, não é correta e fere ao Cristo, meu e teu Senhor.

Atente para estes dois versículos de Mateus e Lucas. Jesus falou ABERTAMENTE que Ele próprio não veio para "passar a mão na nossa cabeça", mas veio trazer justiça e entendimento, e com isso, fazer com que o homem entenda o que é arrependimento e o sinta, e assim, mude seu viver (caso isso seja necessário e possível).

Espero, de mim mesmo, nunca mais dizer esta frase, pois ela não condiz com a Verdade de Jesus, o Cristo.

Inclusive, Jesus causou um alvoroço naquele tempo e continua causando até hoje, não é verdade?

Não temos como fugir de que realmente, há uma separação de luz e trevas com Deus, por isso que Cristo foi firme, justo e fiel a seu Pai, a Ele próprio, em sua essência e em sua missão redentora. E ela continua imutável.

Infelizmente, se assim posso "dizer", não haverá agrado mundial, nunca houve, mas há sim Amor, Justiça, Perdão, Salvação, Vida Eterna para todo aquele que for humilde e crer no Cristo, Vivo.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Ele cumpriu... tudo.

Boa noite

Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas; não vim revogar, mas cumprir. Mateus 5:17

Pensando na vida de Jesus, entendi que Ele realmente deve ter causado um espanto muito grande no seu tempo (tempo de vida humana), pois haviam muitas informações a respeito do Messias, e de repente O próprio aparece realizando e vivendo As Escrituras conforme o querer de Deus.

Imagine os sacerdotes daquela época, como realmente não ficaram aterrorizados, enciumados e amedrontados com o surgimento do Cristo? Como continuariam seus "privilégios sacerdotais"? Como iriam rever a vida deles com Deus?

Não somente eles, mas grande maioria do povo teve um grande susto ao perceber que o Cristo havia se manifestado em meio ao povo/mundo.

O fato é que, o mais difícil foi realizado por Jesus, ou seja, a lei foi exatamente cumprida por Ele, e mais do que isso, O próprio Senhor trouxe Dele mesmo posicionamentos e mandamentos mais sensíveis a vida humana, complementando a lei.

Imagine hoje, o que Cristo ainda faz com as pessoas? Por vezes não gostamos de aprender com Ele pois realmente Deus quer mais de cada um para com Ele, mas não devemos esquecer que o Pai que ama o seu filho o corrige e também auxilia sempre quando necessário for.

Não devemos esquecer que muitos "fariseus" ainda vivem hoje, muitos aproveitadores de "bênçãos" ainda estão querendo a Cristo sem fundamento, muitos de nós ainda estamos necessitando "ver para crer".

O tempo mudou, mas a incredulidade e o medo ainda são os mesmos.

Mas devemos nos perguntar: medo de que?
O que temos a perder com Deus?
Qual o mau que Deus pode nos fazer?

Bom, Deus pede que o nosso temor seja Ele próprio, que possamos perder o medo de amá-lo e que Ele desfaça o mau que habita em nós.

Fácil? Depende!
Depende de nós e depende Dele. Pode até ser um meio a meio, mas o interessante é podermos depender Dele em tudo, dando graças sempre que possível.

Jesus realmente é alguém muito especial. Sem sombra de dúvidas. E infinitamente mais do que possamos pensar ou imaginar. Mas ainda sim, Ele está por nos esperar...

Abraços
NunoAbruzzi


quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Nunca foi uma "história de pescador"... acredite.

Boa noite

"E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens."  (Mateus 4 : 19)

Pescar, nada mais é, do que ter esperança e paciência. Saber escolher seu equipamento, o melhor lugar para tentar pegar o alvo. Também é importante saber escolher a isca.

Você acredita que Jesus os conhecia e que não iria errar a isca com eles?

Por que eles? Entre tantos naquele tempo (e mundo), porque eles? O que eles tinham de especial para com tantos outros? Será que seria por que eles eram pescadores e Jesus os iria fisgar por essa isca?

Eu entendo que Cristo não erra o alvo ou a "corrida" quando o assunto é esse: pescar vidas. Ele ainda continua hoje, jogando seu "caniço" e "redes" em muitos lugares e acredito que por mais "melindroso" que seja o "peixe", Cristo não erra, não falha.

Você pode pensar: Eu não tenho condições, ou eu não sou digno, por vezes pensa que eu não posso ou não consigo. Mas entenda que Ele não disse que o chama por estas coisas, Ele o chama ou o chamou por que sabe quem você é, o porque disto e qual a finalidade. Provavelmente, Ele não vai te explicar tudo de primeira, mas com o passar do tempo, Ele te mostrará que Ele não estava errado quando te chamou.

Vamos nessa?

Vamos após Ele, e Ele com certeza também nos fará pescadores...

Abraços.
NunoAbruzzi

domingo, 18 de setembro de 2016

Esperava o que?

Bom dia

Normalmente inicio com algum texto da Palavra de Deus para meditar algo, mas hoje, pensava em bondade, ser bom, inclusive quando comecei o texto, me dei conta que sempre (ou geralmente) iniciamos com Bom Dia, Tarde ou Noite, pois afinal, a intenção é sempre de desejarmos algo que seja bom, legal ao outro.

E bondade é algo tão lindo e puro, que a verdadeira mesmo está contida no Criador dos céus e terra, e é Nele que devemos nos orientar nesta palavra, expressão, atitude, conduta, etc.

Jesus, o homem/Deus mo "auge de sua humildade e autoridade" chegou a dizer para alguns que o chamaram de bom em certa ocasião, de que o porque o chamavam de bom, se bom é o Pai que está nos céus. Nossa, são posições, atitudes e palavras como essa que nos fazem crer que realmente, Cristo é aquele que Deus disse que enviaria para nos livrar do mal e da morte eterna.

Por isso, quero dividir com vocês alguns relatos de bondade:

"Bom e reto é o SENHOR; por isso ensinará o caminho aos pecadores."  (Salmos 25 : 8)

"Provai, e vede que o SENHOR é bom; bem-aventurado o homem que nele confia."  (Salmos 34 : 8)

"Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam."  (Salmos 86 : 5)

"Louvai ao SENHOR, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre."  (Salmos 118 : 29)

"Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas."  (João 10 : 11)

"Jesus lhe disse: Por que me chamas bom? Ninguém há bom, senão um, que é Deus."  (Lucas 18 : 19)

"O SENHOR é bom, ele serve de fortaleza no dia da angústia, e conhece os que confiam nele."  (Naum 1 : 7)

Abraços
NunoAbruzzi

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O que temos ofertado a Deus?

Boa noite

"E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e em sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos judeus."  (Mateus 27 : 29)

Cristo não merecia a desconfiança de muitos, tão pouco a incredulidade dos fariseus, nem a fuga dos seus amigos discípulos quando Judas o entregou, assim como a covardia de Pilatos diante da autoridade que possuía e da covardia dos guardas romanos.

Jesus não merecia nada de ruim sobre sua pessoa, afinal de contas, Ele só trouxe os ensinos salutares de Deus, trouxe curas, trouxe reflexões, expressou e viveu o Amor, pregou o arrependimento, exemplificou a humildade e como devemos ser no Reino de Deus e consequentemente, o que é este Reino.

Mas estas coisas não pesaram para o livrar da dor, de carregar um madeiro que nem havia sido feito para Ele, de ser moído, furado, agredido, espancado, humilhado e receber o descrédito de muitos.

Mas hoje, graças ao bom Deus e ao Espírito Santo que nos conduz a Verdade de Deus, sabemos que Cristo é o Senhor e que passou tudo isto para nos resgatar do pecado que estava sobre as nossas vidas e nos levaria a morte eterna e para nos dar um novo caminho, verdade e vida.

E com esse conhecimento, o que ainda hoje, eu e você fazemos com Cristo em nossa vida?

Se tem alguém mais educado, gentil e paciente, este é o Cristo, pois Ele tem direito de nos requerer uma conduta e respeito diante Dele, mas Ele nos deixa "a vontade" para escolhermos isso, e por esse motivo, será que O temos reconhecido em nossa mente, em nosso coração e em nosso viver?

Deus não nos obriga a gostar Dele, mas acredito que se meditarmos Nele acharemos muitos motivos de amá-lo e respeitá-lo, de adorá-lo, de bendizê-lo e agradá-lo. É como um pai mesmo, alguém que se importa com nossa vida, com nossa alimentação, com nossos horários, com nosso sono, com nossa saúde, com nossa reputação, com nossos esforços, enfim, como alguém que quer nos ver num caminho seguro, bom e agradável.

Que possamos meditar nisso, amados, pois o Cristo realmente veio para cada um de nós, seres humanos, não diferencia ninguém, não exclui ninguém do seu amor e do seu juízo e justiça, pois veio para trazer vida e vida abundante.

Abraços
NunoAbruzzi

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Ruindade Cristã ou Cristão e sua Ruindade?

Boa noite

"Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres."  (João 8 : 36)

Esta parte da Escritura nos traz, ou melhor, me trouxe a mente e meditação algo que me fez entender que na face desta terra, depois da ascensão de Cristo aos céus e o início da Igreja Cristã, que existem inúmeros tipos de cristãos, inúmeros gêneros, inúmeros entendimentos, talvez eu não consiga escrever todos aqui, mas quero dividir algo.

Entendo que existe o cristão fanático, o qual acredita somente no seu posicionamento. Existe também o ateu que só acredita vendo. Vejo que tem o suicida que mata todo mundo dizendo que "vão todos" pro inferno. Parece que existem os "diabólicos" onde tudo o que há tem o dedo de satanás por trás. Tem os super poderosos onde somente eles, orando e repreendendo, podem "salvar" vidas e pregar As Boas Novas. Existem também os "menos favorecidos" onde tudo é prova, tudo é dor. Tem também o cristão idiota que pensa ser superior aos demais (idiota no dicionário: vaidoso; quem é muito pretensioso ou demonstra uma vaidade excessiva). Tem o cristão tradicional, atual e conservador os quais muitos identificam com o vestuário, ou não dependendo do estilo. Tem o cristão Richie Rich onde sempre leva as coisas de Deus para os bens materiais. O cristão congregacional e o desigrejado, onde brigam constantemente pela "teologia" do congregar ou não congregar. Etc.

Mas, com todo o respeito, onde quero, ou melhor, o que quero descrever?

Agora a pouco, mais uma vez, Deus me fez olhar para dentro de mim e ver a ruindade do meu coração, a fraqueza de minha meditação Nele e a ignorância de minha conduta com o Seu Espírito e Palavra. (Deus deve estar cansado disto, penso, mas tenho que prestar atenção nestes detalhes pessoais).

O Cristo Vivo nos livra do mal, como Jesus disse no Pai Nosso, mas o mesmo Cristo nos liberta, ou seja, vai mais além de nos livrar, entende? Ora vai, dia vem, e o ser humano continua andando atrás do "próprio rabo" sem se dar conta, prendido nos "seus conceitos", "suas vaidades", mas de repente, ele se entrega num simples detalhe e o Espírito Santo lhe mostra o quanto muitas vezes você, ou melhor, muitas vezes eu não mudei, não me converti, não tracei uma nova rota/caminho, pois caímos nos mesmos erros, entendimentos e posições, os quais já deveríamos ter mudado pois conhecemos o Cristo, ouvimos Dele o que Ele pede pra gente e mesmo assim, a gente se enrola em certas situações.

O terceiro parágrafo desta postagem, acredito, demonstra como está o corpo de Cristo hoje, em muitos lugares. Eu me vejo em determinadas situações, em alguns aspectos desse parágrafo citado, por isso meu descontentamento com a minha vida cristã (muitas vezes), entenda que não com Cristo mas com a minha vida com Ele. Eu já deveria ter crescido. Mas Deus me mostrou algo mais pessoal, e isso "machuca" mais.

Por isso que o Espírito Santo revela que se Cristo não nos libertar, não seremos livres, e cá entre nós, isso é pura verdade.

Devemos olhar, em qualquer circunstância, primeiramente para dentro de nós, para ver o que o Espírito Santo quer, pede, orienta e repudia, para que havendo oportunidade, possamos olhar para fora de nós mesmos, pois o mundo está se perdendo porque estamos sendo moldados a olhar para o outro, para nos distrairmos com as coisas alheias, fora do que realmente interessa a nós, pois diga-se de passagem que muitos tem interesse em nos deixar "alheios" das coisas de Deus, mas cabe a nós, individualmente, nos posicionarmos diante do Pai.

É grave fazermos as coisas erradas, mas o mais grave é vermos a ruindade dentro de nós e isto é o que o Evangelho de Cristo faz com o homem, Ele mostra o quão "idiota" somos sem o Criador e o quanto carecemos Dele, mas Ele não faz isso como nós, caso tivéssemos esse "poder" de mostrar aos outros essa podridão, mas Ele não mostra apenas, mas dá condições para sairmos de onde estamos e para chegarmos onde Ele quer.

Eu sei que esse post pode ser um pouco pesado (e não fecha com a tua visão), mas é ruim sentir Deus exortar-nos mas ao mesmo tempo, é bom e importante. Desculpe o desabafo, mas creio nisso.

Temos que ser livres!
Deus tem isso para o Seu povo, para a Sua igreja, para o Seu corpo.
Livre!
Quero ser livre Senhor!

Abraços
NunoAbruzzi.


sábado, 10 de setembro de 2016

Poderoso

Boa noite

SENHOR, tu me sondaste, e me conheces. Tu sabes o meu assentar e o meu levantar; de longe entendes o meu pensamento. Cercas o meu andar, e o meu deitar; e conheces todos os meus caminhos. Salmos 139:1-3

Quem pode dizer isto: que conhece o nosso entendimento, a nossa vida e o nosso ser? Alguém poderia, humanamente falando, ter esse poder sobre outro ser?

Deus tem isso! E quem bom saber que Ele tem, pois volta e meia carecemos deste conforto vindo dos céus, pois em muitos momentos nos encontramos em tantos desencontros, mas Deus entende o nosso ser no nosso íntimo e mais profundo, pois Ele próprio nos criou e sabe o que somos e como estamos.

E o melhor é que Ele tem poder não apenas para saber como estamos mas para nos confortar e inúmeras vezes nos livrar do mal.

Ele também sabe os motivos de nossa alegria, de nossa indignação, de nossas dúvidas e anseios, enfim, Ele contempla tudo.

Imagine você olhando para cima e "vendo" o Criador olhando para você, sabendo do seu existir e do seu viver, em todos os instantes de sua vida.

Você entende o quão onisciente, onipotente e onipresente Deus é?

Lembre-se que Cristo disse que estaria conosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Vamos aproveitar isso e buscar Nele o que precisamos e necessitamos, pois Ele sabe tudo a nosso respeito.

Abraços
NunoAbruzzi

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Uma "laranja" apenas, volume II

Boa tarde

Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, tem sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; Romanos 1:20

Esses dias relatei sobre a experiência que tive colhendo laranjas, o quanto o Senhor me mostrou naquele dia, novamente, como Ele é Grande e Humilde, criando coisas tão simples e tão complexas ao mesmo tempo.

Aqui em Romanos, é citado algo interessante, que aponta para atributos e criações de Deus, as quais, não temos ou não teremos como negar, seja hoje, amanhã ou depois.

Existem muitas teorias, sejam evolucionistas ou outras mais, mas eu sei também que a Criacionista precisa ter FÉ, por isso entendo (as vezes) o pé atrás de muitos, mas não temos e teremos como negar a criação oriunda de Deus, seja o tempo que for, pois a Ele diariamente demonstramos isso ou até mesmo pensamos nisso.

O importante é procurarmos agradecer a Deus pelo sistema num todo, criado por Ele, pelo tempo que ainda nos resta, procurando respeitar esse sistema pois automaticamente, estaremos respeitando o CRIADOR dos céus e da terra. Somos parte disto, não temos como ficarmos a parte, ou somos a favor ou somos contra, ou cuidamos ou não, ou nos atentamos ou não.

A maior criação de Deus somos nós, pode apostar nisso, pois Deus se revelou a nós em Cristo Jesus para nos salvar e nos dar nova vida. 

Como disse minha amada mãe certa ocasião: "O sistema estava em pânico". E realmente, está, mas temos chance de mostrar ao nosso Deus que estamos dispostos a respeitá-lo e reconhecer que Ele é o Arquiteto perfeito.

Abraços
NunoAbruzzi

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Fui evangelizado hoje...

Boa noite

Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. Mateus 10:32

Não gosto de "discussões teológicas", acredito que hoje em dia o próprio Senhor está cheio delas, mas entendo que o próprio Cristo teve que dissertar inúmeros entendimentos e posições de Deus (ou seja, Dele próprio) diante os Fariseus e "Teologistas" daquela época, pois Jesus tinha que ir cortando o mal pela raiz. Mas hoje muitos criaram outros motivos para "temas teológicos" e por isso, saiu muito do verdadeiro foco. 
Mas porque escrevo isso?

Porque me ocorreu algo hoje e quero dividir com vocês, e por favor, não quero ofender a crença de qualquer pessoa, mas quero escrever o que "sem querer", Deus fez por minhas palavras.

Recebi no portão da casa onde moro, duas moças as quais pediram alguns minutos de minha atenção, para me falar algo de Deus. Confesso (sem demagogia) que fiquei muito feliz, pelo fato de que alguém estava andando em plena tarde para falar para outra pessoa algo sobre Deus, pois é sempre bom falar sobre o nosso CRIADOR. Elas vieram me trazer palavras de consolo, a qual a Palavra de Deus descreve em 2 Coríntios, e realmente foram minutos muito agradáveis. Me presentearam com uma revista a qual recebi com educação e respeito. Ao final, tive a oportunidade de falar também que é realmente importante recebermos consolo, seja humano ou espiritual, que carecemos disso, e não me recordo ao certo onde fiz um link com a seguinte frase: "Deus quer que sejamos pequenos também, assim pediu o Senhor Cristo."

Logo a isso, nos despedimos e elas continuaram a caminhar pela estrada.

Quando entrei em casa, me veio a mente a seguinte frase: Você as evangelizou! Me questionei: como assim? Então, percebi que o Espírito Santo, me fez entender que, por minha boca, Ele disse a elas que Cristo é o Senhor! Eu sinceramente, não pensei em falar isso no final da frase, veio automático, não estava pensando no que elas acreditavam ou não. Então comecei a ficar perplexo e ao mesmo tempo feliz por entender essa situação. Deus havia usado minha boca para falar algo que eu não tinha em mente.

Porque digo isto? Porque pelo material ao qual elas procuravam me falar de Deus, o mesmo não descreve a Jesus, o Cristo como Deus, como Senhor, como parte da Trindade.

Mas em nenhum momento eu fui atendê-las com o intuito de falar mal da religiosidade delas, pelo contrário, fui recebê-las com todo o respeito que tenho.

Mas Deus me fez entender que Ele realmente é vivo, não porque me usou, mas porque Ele se mostrou tão simples a mim que eu fiquei maravilhado. Sinceramente, não sei se elas prestaram atenção no final de minha frase, talvez sim, talvez não, mas eu entendi que Deus quis avisá-las sobre Ele. Acredito muito que o Espírito Santo está interessadíssimo nelas, pois é louvável o trabalho missionário de muitos por aí, mas o DETALHE está ém que tipo de missão estamos fazendo.

Jesus nos disse para irmos e pregarmos as Boas Novas do SEU REINO, assim é mandamento fazermos isso, mas necessitamos prestar atenção ao Espírito Santo para que nossa pregação (seja em palavras ou em atitudes/posicionamentos/conduta) ocorra conforme a vontade do Pai e conforme a Escritura Sagrada. Na sua essência e Verdade.

De maneira alguma, quero falar mal de religiões, até porque o Identidade é para levar o Cristo Vivo e ser uma ferramenta Cristã para muitos, mas sei que em determinadas situações isso será importante, pois eu mesmo preciso de orientação e correções em minha vida e ministério e se Deus quer usar este blog e minha vida para isso, também estou disposto.

Mas não temos como correr disto: a Bíblia nos leva a Cristo e Ele como Autor e Consumador da Fé. Ele é o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Assim, temos que falar Dele como Ele realmente é.

Até agora estou perplexo com aquele momento. Não sei como explicar, mas é muito interessante sentir Deus usando-nos. Só Ele mesmo para querer usar um seres tão pequenos e pecadores como nós, seres humanos.

Depois de tudo isso, fui ler a Escritura em 2 Coríntios onde elas haviam dito e Deus me mostrou que realmente está interessado nelas (e em mim também, ora!!), pois o consolo que o apóstolo Paulo escreve naquela carta, fala do consolo mediante a Cristo, ou seja, Jesus como sendo o nosso alvo. Aprendi muito nesse dia. Acredito que Deus me evangelizou hoje por Seu Espírito Santo!

Obrigado Deus por tua existência e por revelar-te a cada um de nós.

Abraços.
NunoAbruzzi